Governo Lula

Os números não param de confirmam o que todos já sabíamos

O desemprego caiu mais que o esperado e foi o menor da história para o mês de agosto, segundo os índices divulgados nesta quinta-feira (25) pelo IBGE – que faz esse tipo de medição desde 2002. A taxa ficou em 7,6%, inferior aos 8,1% registrados em julho e aos 9,5% de agosto do ano passado.
O índice também é o segundo menor de toda a série, atrás apenas de dezembro do ano passado (7,4%). No último mês do ano, o desemprego tende a ser sempre menor.
Em números absolutos, a população ocupada já abrange 21,8 milhões de trabalhadores, número 0,7% maior o que o verificado em julho e 3,7% superior ao de agosto do ano passado. Entre eles, 9,6 milhões têm carteira assinada no setor privado, alta de 5,8% sobre um ano atrás.

A população desocupada é de 1,8 milhão, o que representa uma queda de 6,1% em relação a julho e 19,2% ante agosto do ano passado.
A renda dos trabalhadores também apresentou aumento, segundo o IBGE. O rendimento médio real atingiu R$ 1.253,70, o que representa crescimento real (acima da inflação) de 5,7% sobre agosto do ano passado. No caso do rendimento familiar, a alta foi maior ainda: 8,9%.

Um comentário :

Nasj.com disse...

Em discussão na UFRN com um amigo economista (odeia o PT), “são números mínimos”. Certamente ele é um Marlin (personagem do filme Procurando Nemo) da vida, procurando desesperadamente, argumentos para criticar um governo que em vez de mostrar, FAZ.