Filhote da ditadura relembra seus bons tempos

Aviltante. Assim foi a declaração do filhote da ditadura Agripino Maia no depoimento de Dilma Rousseff, hoje. Ao dizer que ela não seria confiável porque mentiu sob tortura, o coronel assumiu o lado dos carrascos com quem colaborou. Dilma provou grande heroísmo ao resistir à tortura sem delatar os companheiros. Já Agripino estava do outro lado, era carrasco, detentor de mandato biônico. De fato, Dilma mentiu para Agripino porque mentiu para a ditadura a que ele apoio e da qual se beneficiou. Mas em breve, o povo potiguar - lutador e democrático por história - poderá remover do mapa este entulho, este resquício do autoritarismo.

2 comentários :

Maurício disse...

Eu ri, como se ri de uma boa piada, quando ouvi o Filhote da Ditadura fazer tal insinuação e comemorei, como se comemora um belo gol do meu Fortaleza, quando a ministra rebateu, brilhantemente, tal insinuação. Fiquei orgulhoso de ser mais um companheiro do PT.

Francisco Gomes disse...

Francisco Gomes,
Gostaria de ser adicionado em seus favoritos. Franciscogomes.blogspot.com
Abraços.